Pode marcar visitas presencialmente,

através do email museu@ordemsaofrancisco.pt

ou ligando para o 222 062 125.


Apresentação


A Igreja Monumento e o Museu de São Francisco, situados no coração da zona histórica da cidade do Porto, são tutelados pela Venerável Ordem Terceira de São Francisco do Porto.

A Igreja Monumento de São Francisco foi classificada como monumento nacional em 1910 e património mundial pela Unesco em 1996, estando inserida no coração da zona histórica da cidade do Porto.

A Igreja de São Francisco foi sendo sucessivamente enriquecida, a ponto de ser hoje considerada um dos mais ricos e belos repositórios de talha dourada de Portugal. O que mais surpreende é a riqueza barroca dos revestimentos a talha, trabalhados desde o século XVII a meados do século XVIII, a demonstrar o trabalho excecional dos entalhadores portuenses. Uma das particularidades desta Igreja vem precisamente do singular contraste da ornamentação luxuriante das talhas com a austeridade da estrutura gótica.

O percurso museológico é constituído pela Igreja Monumento de São Francisco de Assis, que representa o esplendor do Gótico e do Barroco, e a Casa do Despacho, da autoria do arquiteto Nicolau Nasoni, com a Sala do Tesouro, Sala das Sessões e o respetivo Cemitério Catacumbal.

Os irmãos da VOTSF do Porto, cuja história se inicia nos anos 30 do Século XVII foram, ao longo do tempo, mandando edificar estruturas necessárias para as suas funções e para apoio dos irmãos, especialmente os mais carenciados.

O empenho que os irmãos tiveram em dotar a sua Ordem de edifícios para as práticas religiosas, para as suas necessidades administrativas, para a sua ação de auxiliar aqueles que estavam doentes, dar sepultura a todos quantos que o pretendessem e, finalmente, dar educação escolar, resultou na construção de uma capela, seguida de duas igrejas, de casas do despacho, de lugar de enterramentos dos irmãos falecido e de um hospício, seguido, mais tarde, de um hospital e de uma escola.

Os edifícios da Ordem (igreja, casa do despacho, cemitério, hospital e escola), aos quais se acrescentou em 1839, já depois da extinção das Ordens Religiosas, uma parte da portaria e a Igreja do Convento de São Francisco.

A concretização destas estruturas foi conduzida pela Ordem de forma a associar-lhe os melhores artistas de cada época e, através deles, fazer dos seus edifícios uma referência da arte do Porto.

A Casa do Despacho é pela qualidade da sua fachada e do seu interior um exemplar a realçar da arquitetura do Porto do século XVIII. Representa uma sensibilidade barroca, cuja origem se encontra nas obras de renovação da catedral e partir de 1717 e que ficou associada à cidade e o Norte de Portugal.

Inserido no conjunto igreja, casa do despacho e pátio de acesso, situação o cemitério catacumbal, de arquitetura singular, e que representa a fase final de todo um processo de criação de espaço de sepultura dos irmãos.


Visitas


A Igreja Monumento e o Museu de São Francisco podem ser visitados todos os dias do ano, tanto em visita livre como em visita guiada. A Igreja recebe frequentemente visitas turísticas e escolares e é por vezes palco de concertos de música clássica e sacra, pelo que é considerada uma Igreja-Museu.

A Igreja recebe também eucaristias nas mais importantes datas religiosas católicas, de que se destaca a Festa de São Francisco, a 1 de Outubro de cada ano e outras cerimónias de cariz religioso e cultural, devido ao seu interesse não só estilístico, mas também histórico.


Galeria